sábado, 8 de junho de 2013

Exposição Cerrado: uma riqueza ameaçada pode ser vista até 21 de junho na Câmara em Brasília


A exposição “Cerrado: uma riqueza ameaçada” está aberta a visitação até 20 de junho na Câmara dos Deputados, em Brasília, Distrito Federal. A abertura foi no dia 4 de junho quando mais mais de 150 m²  foram ocupados com fotos de paisagens do Cerrado e retratos de geraizeiros, quebradeiras de coco babaçu, indígenas e agricultores, que retratam as riquezas do bioma e da cultura de seus povos.
A mostra apresenta também infográficos que ilustram o Cerrado em números de unidades de conservação e terras indígenas, além de denunciar a velocidade alarmante que o bioma vem sendo destruído nas últimas décadas. A expansão desenfreada da fronteira agrícola, a mineração, entre outras atividades, promovem a perda expressiva de sua biodiversidade, acentuam a concentração de terras e rendas e geram conflitos pelo domínio da terra e acesso aos recursos naturais.

O intuito é chamar a atenção dos cidadãos e parlamentares para o risco que o bioma corre com o modelo de desenvolvimento que têm incentivado a conversão das florestas em áreas produtivas pouco sustentáveis, que resultaram em florestas degradadas, contaminação das águas, elevação da emissão de gases de efeito estufa e ameaças às populações tradicionais. Para Altair de Souza, coordenador geral da Rede Cerrado, “essa exibição registra em um espaço privilegiado este padrão de produção de baixa eficiência que gera passivos socioambientais, deixando pra trás uma conta que o povo brasileiro já está pagando”. Ele ressalta ainda que mesmo com tantos retrocessos, “a presença da Rede Cerrado nas frentes políticas, como colegiados e conselhos, tem contribuído para o avanço do debate sobre a preservação ambiental e a garantia de direito dos povos e comunidades tradicionais”.

A exposição destaca a diversidade de atuação da Rede Cerrado pela conservação do bioma, defesa de seus povos e comunidades tradicionais e promoção da justiça social e sustentabilidade ambiental. A Rede Cerrado foi criada em 1992 por ocasião da assinatura do Tratado dos Cerrados, durante a Conferência Rio-92, com o objetivo de articular esforços conjuntos de organizações da sociedade civil para o enfrentamento dos problemas socioambientais que afetam o bioma. Hoje a rede abrange um universo de 500 organizações não governamentais e de base comunitária. Tornou-se referência para as discussões políticas não só no que diz respeito ao meio ambiente, mas também aos direitos dos povos do Cerrado.

Exposição “Cerrado: uma riqueza ameaçada”
4 a 21 de junho.
Local: Espaço do Servidor, Câmara dos Deputados – Brasília (DF) Fonte: Rede Cerrado

Nenhum comentário:

Postar um comentário