segunda-feira, 25 de agosto de 2014

O mar vai virar sertão

Um trecho de 40 km do Rio São Francisco, a jusante da Usina Hidrelétria Três Marias, em Minas
Gerais, pode ficar totalmente seco nos próximos meses. É o que revela reportagem do jornal Valor, do último final de semana ( 23 a 25 de agosto). Atualmente o reservatório está com apenas 8% de sua capacidade e  a situação pode piorar se não chover até final de outubro, na pior estiagem dos últmos 64 anos. O Operador Nacional do Sistema (ONS), que regula a vazão, em função da necessidade de geração de energia elétrica, admite que o pior cenário é a paralisação de todas as turbinas da usina, o que implicaria em não retornar nenhuma água para o curso do rio. Somene 40 km abaixo, o São Francisco recebe as águas do Rio Abaeté, seu afluente.
Chamou-me atenção dois depomentos na matéria do jornalista Daniel Rittner. A convicção do prefeito de Três Marias,Vicente Resende, de que "esse ponto crítico só foi atingido por causa do descuido do rio como um todo, com a perda de mata ciliares e os danos aos lençóis freáticos". Já o presidente do comitê da bacia hidrográfica do São Francisco alerta que  " vocação única e principal dele (do rio São Fancisco), não é energia. Há vários usos que entram em contradição e não devemos estar subordinados exclusivamente à lógica do setor elétrico".

Nenhum comentário:

Postar um comentário