quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Amazônia pede socorro!

Por Dirlene Marques

Enquanto representante do Conselho Nacional dos Direitos Humanos - CNDH participei de uma missão a Belo Monte, em 2015.  E, após um grande, longo e produtivo debate  sobre o Relatório apresentado por nos, com a presença dos diversos órgãos do governo que tinham responsabilidades na construção de Belo Monte, o relatório foi aprovado por unanimidade.

O relatório fazia diversas recomendações sobre o atendimento as populações atingidas e recomendava a não concessão da Licença de Operação de Belo Monte enquanto, pelo menos, não fosse cumprido o Projeto Básico Ambiental (PBA). 

Em 26 de novembro de 2015 foi concedida a licença de operação,  mesmo sem o cumprimento dos condicionantes mínimos como a situação sanitária de Altamira, o reassentamento das populações tradicionais que viviam do rio, a população indígena etc. e com um forte protesto dos movimentos sociais. 

Entre os dias 8 e 12 de outubro de 2016 a missão do CNDH retorna a Altamira a partir de solicitação dos movimentos locais que denunciavam as violações dos Direitos Humanos devido a Belo Monte e a mineradora Belo Sun. Mesmo sem cumprir os 6 anos de monitoramento da Volta Grande do Xingu, já iniciava este novo e monstruoso projeto de extração de ouro. O Ministério Publico Federal, entrou com pedido de suspensão da licença de instalação da mineradora, que foi acatado pelo TRF da 1a. Região no dia 6 de dezembro de 2017.

Precisamos ampliar a denuncia do desastre sócio ambiental na região do Xingu que ja ocorreu com as diversas hidrelétricas e agora amplificada com a mineradora. Assinar este abaixo assinado já e um passo neste sentido.  


Um desastre sem precedentes está sendo negociado no coração da Amazônia: a Belo Sun, uma mineradora canadense, está prestes a abrir a maior
ASSINE AGORA

Um desastre sem precedentes está sendo negociado no coração da Amazônia: a Belo Sun, uma mineradora canadense, está prestes a abrir a maior mina à céu aberto do país. Os impactos socioambientais vão se somar à Belo Monte, instalada há poucos km dali. Assine agora para frear essa catástrofe:
ASSINE AGORA
Queridos amigos e amigas,

Um desastre sem precedentes está sendo negociado no coração da Amazônia: a Belo Sun, uma mineradora canadense, está prestes a abrir a maior mina à céu aberto do país.

Este será o segundo desastre na região do Xingu: primeiro foi a chegada de um monstro chamado Belo Monte, o qual o povo ainda luta pelas promessas do "progresso." Agora, ao invés de solucionar esses problemas, o governo que autorizar a chegada de mais um: a mineradora Belo Sun.

Podemos e devemos fazer o governo recuar a autorização à Belo Sun. Vamos repetir o sucesso da RENCA. Assine agora:

Governo: não duplique a catástrofe no Xingu, resolva!

Ao invés de focar esforços em resolver as consequências nefastas de Belo Monte, o governo quer duplicar os horrores e autorizar a chegada de uma mineradora na mesma área! Só Belo Monte já produziu impactos jamais vistos: 30 mil perderam suas casas, ¼ das crianças estão subnutridas, 19 toneladas de peixe mortos e Altamira se tornou a quinta cidade mais violenta do país.

A Belo Sun vai impactar diretamente quatro terras indígenas. A montanha de rejeitos químicos será equivalente a dois Pão de Açúcar na beira do rio, e a empresa que vai gerenciar está envolvida no desastre de Mariana. Os que lutam contra esse estupro social e ambiental já estão prometidos de morte.

O governo tentou abrir um buraco chamado RENCA mas o nosso movimento agiu rápido e os pegamos de surpresa: a comoção pública foi tão grande que eles recuaram. Estão tentando de novo. Vamos repetir o sucesso da RENCA. Assine agora:

Governo: não duplique a catástrofe no Xingu, resolva!
Eles são incansáveis, mas nós também. Nosso movimento tem um histórico poderoso de vitórias ao fazer a voz do povo ser ouvida por empresas gananciosas e governos corruptos. Essa luta é de todos nós. Não podemos parar, a Amazônia precisa de todos.

Com esperança e determinação,

Flora, Laura, Diego, Carol e toda equipe da Avaaz

Mais informações:

Senador José Porfírio, Pará, Amazônia: altíssimo risco (El País)
https://brasil.elpais.com/brasil/2017/12/11/opinion/1512997340_266770.html

Índios veem ameaça na instalação de maior mineradora de ouro ao lado de Belo Monte (UOL)
https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/11/08/com-pesca-afetada-por-belo-monte-indios-temem-agora-chegada-de-mineradora-ao-para.htm

Usina de Belo Monte causa impactos ambientais e sociais em Altamira (PA) ( G1)
http://g1.globo.com/profissao-reporter/noticia/2016/07/usina-de-belo-monte-causa-impactos-ambientais-e-sociais-em-altamira-pa.html

“O Governo e Belo Monte têm uma dívida impagável com a população do Xingu e de Altamira” (El País)
https://brasil.elpais.com/brasil/2017/10/09/politica/1507550012_733072.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário